Nosso caminho

Print

No início de 2012, um grupo de pais encantados com a experiência de um jardim de infância Waldorf  do bairro, teve a certeza que desejava seguir o caminho da pedagogia antroposófica para a educação de seus filhos. O passo seguinte, com a entrada no ensino fundamental, no entanto, seria em escolas geograficamente distantes e que, em alguns casos, já não conseguiam acolher a demanda crescente de famílias em busca dessa pedagogia.

Inquietos com esse cenário, ousamos perguntar: por que não uma escola antroposófica na zona oeste de São Paulo?

Essa pergunta ecoou como um chamado para muitos. Começamos a nos reunir e aos poucos consolidamos um grupo que abraçou a ideia de gestar essa nova escola. Foram meses intensos de reuniões, pesquisas, estudos e muitas conversas com pessoas ligadas à educação, Antroposofia e Pedagogia Antroposófica.

Do tecer desses encontros nasceu, em 2013, a Associação Aicó. Aicó, em tupi guarani, significa SER. Para nós, a semente dessa escola nasce impulsionada pela força libertadora que abre espaço para que as crianças possam ser, em sua individualidade e diversidade, potência e consciência, aquilo que desejarem, construindo seu próprio caminho.

No dia 12 de fevereiro de 2014, a escola abriu as portas para receber as primeiras crianças. O sonho hoje ganha espaço na realidade para ser um legado à nossa comunidade e nosso tempo – a resposta a uma demanda viva, latente e pulsante que sentimos emanar de muitos que desejam seguir o caminho que celebra a diversidade do ser, e que coloca o ser humano no centro da educação e dos processos de desenvolvimento.

Nosso desejo é o de constituir uma comunidade de laços fortes, ampliando o grupo de famílias envolvidas, formando uma rede de suporte para essa escola.

Assim nasceu a ESCOLA LIVRE ARETÉ!

Na data de 1 ano de celebração do chão que acolhe nossa escola, a fim de agradecer, festejar e reverenciar a história da nossa escola, criamos um pequeno conto para compartilhar a caminhada que fez surgir Areté. Essa história foi contada aos pés da nossa mangueira, para muitas das crianças que brincam naquele jardim todos os dias, e para tantos outros pais. No mesmo dia, saudamos nosso chão plantando, cuidando, brincando e cirandando! Foi um dia festivo!

Compartilhamos aqui com vocês no link: O chão para um sonho

ano1-4390Screen Shot 2015-02-20 at 09.49.50ano1-4504

 

 

 

 

 

 

ano1-4423Screen Shot 2015-02-20 at 09.59.14

21675182988_791ea01484_baixa