PERGUNTAS FREQUENTES

Reunimos aqui algumas perguntas e respostas sobre questões que têm sido recorrentes em nossa comunidade.

Diversas instâncias da escola estão trabalhando em respostas que agrupamos aqui. A ideia é manter essa página sempre
atualizada, complementando informações conforme formos
recebendo mais perguntas e construindo as respostas.

1. Quem é o Grupo Travessia?
O Grupo Travessia é um grupo formado por associados, professores,
funcionários e pais. Ele foi constituído para agilizar e articular o caminho para respostas novas que queremos dar aos desafios financeiros que se apresentam à nossa escola e sua comunidade diante da pandemia do COVID-19.

O chamado feito foi: ATRAVESSEMOS TODOS JUNTOS ESSE MOMENTO!

Quem faz parte: Ana Carolina Casalinho, Bruno Mendes, Cássio Trunkl, Isadora Serrer, Juliana Trindade, Laura Corrêa, Lívia Marina Juns Topp, Luciana Sapia, Luísa Staub, Marina Camargo, Maurício Pacheco, Marcus Geimer, Rodrigo Vieira e Tuca Porto.

2. Foram feitas reduções no orçamento/gastos da escola? Quais?
Sim, o orçamento atual anual recebeu uma revisão logo no início do isolamento social, na qual foram reduzidos R$ 350.000,00.

Também foi realizada uma renegociação do aluguel das casas do infantil, retirados gastos projetados com manutenção preventiva, diminuição de custos com água, luz e outros custos físicos.

3. Foi estudado suspender, reduzir as jornadas dos empregados utilizando os benefícios emergenciais do governo?
Sim, a MP que trata do auxílio emergencial está sendo estudada pela escola, levando em consideração o contexto escolar, que tem características específicas. Até o momento, buscando seguir a proposição de atravessarmos todos juntos este momento, a escola está mantendo 100% do salário de seus profissionais e foram reduzidos gastos com alimentação e transporte, que não estão ocorrendo.

4. Qual o montante estimado e quais são as ações pensadas pelo grupo para enfrentar o desafio econômico?
Inicialmente foi feito um movimento de revisão do orçamento – reduzindo os gastos possíveis (vide 1a pergunta) – e um estudo de projeções de inadimplência, buscando construir um cenário mais realista da situação financeira da escola.

No início da nossa travessia, o valor estimado, a partir das projeções de inadimplência e das necessidades da escola com folha e custos fixos, era da ordem de 1 milhão de reais, porém, após esses dois meses e todos os movimentos que brotaram a partir do chamado feito à toda a comunidade Areté, hoje, o valor estimado para fecharmos o ano de 2020 é de R$ 800 mil reais. Esse valor será atualizado, mês a mês, a partir da capacidade que nossa comunidade tiver para reduzir a inadimplência e dos resultados dos diversos movimentos que estão acontecendo na escola. Após a nossa primeira Live, diversos grupos se formaram com pais e mães, associados e professores, para colocar em prática uma diversidade de iniciativas com o intuito de mobilizar recursos. São elas:

– MERCADO CIRANDEIRO: www.escolalivrearete.com.br/mercado-cirandeiro-arete/
OFERTÓRIO: ofertorioarete@gmail.com
– FUNDO TRAVESSIA: fundotravessia.arete@gmail.com
– FINANCIAMENTO COLETIVO: f.coletivo.arete@gmail.com
– CONVERSAS DE APOIO E RODAS FRATERNAS NAS SALAS. Para saber
mais, converse com seu representante de sala.

Você pode saber sobre todos os movimentos que estão acontecendo nesta TRAVESSIA pelo link: www.escolalivrearete.com.br/travessia/

5. É possível pagar um valor diferente (e menor) da mensalidade cheia? Se sim, como?
Sim, é possível. Para isso você deve enviar um e-mail para financeiro.arete@gmail.com, informando qual o valor que poderá pagar nesse momento. O restante do valor ficará como um saldo devedor, ou valor em aberto para ser acertado no futuro, assim que possível.

Para uma ajuda em relação a esses pagamentos, estruturamos o FUNDO TRAVESSIA (saiba mais em escolalivrearete.com.br/travessia/ ou escreva para fundotravessia.arete@gmail.com).

Também estão acontecendo conversas sobre os desafios financeiros de cada família nas suas respectivas salas de aula, algumas delas organizando FUNDOS FRATERNOS para as famílias se ajudarem entre si dentro das salas.

6. É possível doar um valor a mais na mensalidade pra escola? Quais as formas de doar possíveis?
Sim, é possível. A Areté já tinha e segue organizando as mensalidades com valores diferenciados. Para aumentar o valor da sua mensalidade, escreva para financeiro.arete@gmail.com. Há também outras possibilidades de doação:
– DOAÇÃO DIRETA PARA O FUNDO TRAVESSIA | Escreva para
fundotravessia.arete@gmail.com
– FUNDOS FRATERNOS NAS SALAS | para isso, escreva para seu
representante de sala.

7. É possível adiantar mensalidades pra escola?
Sim, é possível e ajuda no nosso fluxo financeiro. Para adiantar o pagamento das suas mensalidades, escreva para financeiro.arete@gmail.com

8. É possível emprestar dinheiro pra escola?
Sim, é possível e precisamos conversar caso a caso para entender o acordo e verificar o que a escola pode se comprometer. Para isso, escreva para o Grupo Travessia pelo email: arete-travessia@googlegroups.com.


9. É possível contribuir com doações não financeiras, de serviços ou outros?
Sim, existem diversos espaços para você participar com suas habilidades ou saberes, tais como:
– OFERTÓRIO | um festival online com o convite de nos nutrirmos e arrecadarmos recursos para o FUNDO TRAVESSIA.. Se você deseja oferecer alguma atividade, escreva para: ofertorioarete@gmail.com
– MERCADO CIRANDEIRO | nesse espaço estamos divulgando saberes e
fazeres (produtos, serviços, cursos, desapegos) das pessoas da nossa
comunidade a fim de movimentar a economia circular da nossa comunidade, fortalecendo, assim, as pessoas neste momento. Além disso, muitas pessoas estão escolhendo reverter parte dos recursos gerados em suas trocas financeiras para a escola. Para saber mais, acesse:
www.escolalivrearete.com.br/mercado-cirandeiro-arete/
– FINANCIAMENTO COLETIVO | Em breve lançaremos um financiamento
coletivo para podermos alcançar a rede indireta da nossa comunidade com um pedido mais estruturado de apoio. Se quiser saber mais ou você tem algum produto ou serviço que poderia ser doado como recompensa, escreva para f.coletivo.arete@gmail.com.

10. Que fatores pesam na dificuldade financeira atual: trata-se apenas de honrar as mensalidades das famílias com dificuldade para garantir pagamento dos funcionários e despesas ou há outras pendências?
Areté é uma associação sem fins lucrativos e todos seus recursos são usados
exclusivamente para manter as atividades da escola. Não há pendências anteriores, mas foram feitos investimentos significativos no desenvolvimento do corpo físico e de funcionários da escola. Atualmente nossa maior preocupação é manter o pagamento dos funcionários e também a manutenção de alunos cujas famílias estejam enfrentando
um grande desafio financeiro.

11. Areté tem fundo de reserva de emergência?
Até o ano passado Areté teve fundo de reserva equivalente a 3 meses de operação. Porém, em virtude da última obra realizada no prédio do Ensino Fundamental, que elevou mais um andar o edifício para que pudéssemos continuar com o Fundamental II, esse fundo foi utilizado.

12. Quantas pessoas compõem a comunidade de Areté?
Número de crianças total da escola: 235 crianças
Número de crianças da educação infantil: 98 crianças
Número de crianças do ensino fundamental: 137 crianças
Número de famílias total da escola: 162 famílias
Número de famílias da educação infantil: 54 famílias
Número de famílias do ensino fundamental: 108 famílias
Professores/Auxiliares: 35 professores
Acompanhantes Terapêuticos: 2 pessoas
Articuladora Pedagógica: 1 pessoa
Administração, equipe de apoio, manutenção e limpeza: 11 pessoas

13. Como funciona a gestão da escola?
A Escola Livre Areté é uma escola associativa. A Associação Aicó é a associação que fundou a escola. E a gestão da escola é participativa. A proposta da gestão participativa é criar um espaço para o desenvolvimento evolutivo e espiritual de cada ser que compõe a comunidade escolar. As três instâncias (associação, pais e mães, e colegiado de professores), trabalham juntas e solidariamente para sustentar a prática pedagógica e sua estrutura, e também para proporcionar ao seu principal foco, as crianças, o cultivo
e a prática da beleza, do amor e da verdade. Assim, cada instância busca também seu próprio crescimento. A gestão da escola acontece nos diversos grupos que compõe a escola, como a Associação Aicó, o Colegiado de Professores, a Administração e Secretaria Escolar, as Comissões de Trabalho e o Conselho de Pais e Mães.

14. Os pais que trabalham pra escola tem algum retorno financeiro ou fazem isso pro bono?
Os pais e mães, bem como os associados da escola, não recebem nenhum tipo de retorno financeiro ou desconto em mensalidade. Todo trabalho realizado, em Comissões, nos movimentos do Travessia, no Conselho de Pais e Mães é feito voluntariamente.

15. Quem quer ajudar, faz como?
Quem quer ajudar pode escrever para o Grupo Travessia ou para qualquer uma das iniciativas que surgiram (Mercado Cirandeiro, Ofertório, Financiamento Coletivo, etc).